Mamoplastia redutora

Marque sua consulta com
Dr. Spíndola.

A cirurgia de mamoplastia redutora voltou à lista das mais procuradas entre as mulheres por questões de estética e de saúde. O procedimento cirúrgico pode ajudar a corrigir assimetrias importantes e melhorar muito a autoestima das mulheres, além de corrigir problemas de postura relacionados ao tamanho das mamas.

Indicações: 

A diminuição das mamas pode ser indicada quando os seios estão com peso e tamanho acima das características anatômicas do tórax.

Em princípio, o procedimento pode ser feito a partir dos 17 anos, idade que o desenvolvimento da mama já está completo, mas é fundamental que a paciente realize o processo orientada minuciosamente por um cirurgião plástico.

Envolva o cirurgião plástico na sua decisão:

É ele o profissional apto a avaliar as condições gerais da sua saúde e te dará suporte às questões relacionadas aos aspectos pessoais, como por exemplo a aceitação do próprio corpo. Em alguns casos, o que parece “vício de beleza” ganha a possibilidade de ser investigado e tratado com profundidade e, quando necessário, poderá ser indicado um acompanhamento multidisciplinar.

Uma cirurgia plástica carrega sempre uma série de expectativas e projeções. Por este motivo, antes de realizar uma mamoplastia redutora, o cirurgião deve orientar e guiar o processo de mudança de qualidade de vida da paciente, ajustando a expectativa da paciente à indicação para a cirurgia.Isso significa que é o médico que vai ajudá-la a minimizar a ansiedade com o procedimento, prepará-la para para os cuidados pré e pós-operatório e orientá-la quanto aos cuidados de médio e longo prazo.

Tamanho ideal:

O tamanho ideal será definido em conjunto com a paciente mediante as proporções do seu corpo e do desejo expressado.

O cirurgião plástico ainda avalia os graus de caimento da mama, que dependem do posicionamento do mamilo no contorno mamário.

A mamoplastia redutora também ajuda a corrigir a posição do bico do peito em relação ao meridiano mamário, que é a linha médio clavicular.

Benefícios da mamoplastia redutora:

A cirurgia de redução da mama envolve a remoção do excesso de gordura, pele e tecido glandular, aliviando problemas relacionados à sensação de peso e inadequação de seios grandes. Além disso, a redução de mama pode ser vital para:

  • Corrigir a má postura e diminuir dor nas costas;
  • Evitar lesões nos ombros, como depressões no local da alça do sutiã;
  • Acabar com as assaduras ou eczemas abaixo dos seios, causados pelo suor;
  • Eliminar a aparência ‘caída’, chamada de ptose.

Marque sua consulta com Dr. Spíndola.

Perguntas Frequentes

Principais dúvidas sobre os procedimentos

Mulheres com mamas com tamanho desproporcional ao corpo que frequentemente gera problemas de postura, dores na coluna e/ou problemas de autoestima.

A incisão geralmente é realizada nos seios com o objetivo de remover o excesso de gordura, do tecido glandular e de pele. Em alguns casos o cirurgião poderá associar a técnica de lipoaspiração para remover a gordura.anatômicas de cada paciente.

São pequenas, discretas e posicionadas. Geralmente são imperceptíveis quando se usa roupa de praia ou mesmo sutiã.

As cicatrizes são permanentes, mas, na maioria dos casos, tendem a melhorar significativamente ao longo do tempo.

O cirurgião, junto com o anestesista, poderá optar por sedação intravenosa e local ou anestesia geral.

Em média 2-3 horas.

Tempo médio de 12 a 24 horas.

Para um resultado satisfatório é necessário considerar as expectativas da paciente e as condições físicas para decidir qual a melhor abordagem cirúrgica  e principalmente definir um tamanho das mamas que seja proporcional ao corpo da paciente.

É preciso realizar todos os exames solicitados pelo cirurgião e informá-lo sobre todos os remédios que faz uso, de anticoncepcionais à antidepressivos, por exemplo. A interação medicamentosa pode interferir na coagulação, se estiver tomando medicamentos à base de ácido acetilsalicílico, antigripais, inibidores de apetite, ginseng e ginkgo biloba, é necessário interromper o uso 14 dias antes da cirurgia.

É recomendado o uso de sutiã cirúrgico que ajudará a diminuir o inchaço dos seios. Outro cuidado fundamental é que a paciente não poderá levantar os braços acima do nível dos ombros por um período de 20 dias.

A paciente poderá voltar as suas atividades laborais após 7 dias da realização do procedimento, desde que sua atividade não exija movimento do braços acima do nível dos ombros. Quanto a prática de atividade física a rotina poderá ser retomada 30 dias após a cirurgia.

Marque sua consulta com Dr. Spíndola.

WhatsApp chat